Confetam visita o acampamento Marisa Letícia e convoca municipais a participarem das mobilizações pró-Lula

03/05/2018 - 14:50

A presidenta da Confetam reforça a importância de se fazer um rodízio com os companheiros que estão no acampamento em Curitiba.

A Confetam encerrou suas atividades, na quarta-feira (2), em Curitiba, após participar do 1º de Maio histórico, da Vigília Lula Livre e do acampamento Marisa Letícia. A presidenta, Vilaní Oliveira, sai preocupada com os companheiros que estão no acampamento. Segundo a presidenta, “os militantes estão mal alojados, por isso é importante que se faça um rodízio”, afirmou. Apesar da precariedade da estrutura do local, Vilaní parabenizou os companheiros pela organização, pela limpeza e pela segurança. Depois que o acampamento sofreu um atentado com tiros, no dia 28 de abril, as vigílias se intensificaram no local.

A bandeira da Confetam foi fincada no acampamento, literalmente, com o compromisso de luta, resistência e esperança de que o ex-presidente Lula seja solto o mais breve possível. Vilaní também convoca todos os municipais a se fazerem presente na Vigília Lula Livre e no acampamento, não só as pessoas do Ceará, terra natal da presidenta, mas de todos os estados do Brasil. “O 1º de Maio foi uma data histórica, mas as mobilizações continuam. É preciso a participação de todos os municipais, para que seja feito rodízio com os companheiros que estão no acampamento há dias”, disse a presidenta da Confetam.

Vale ressaltar que os companheiros que estão na organização do acampamento Marisa Letícia, fazem uma programação cultural para quem está no local, convocando pessoas para cantarem, para falar sobre o atual momento político do país. Na manhã desta quinta-feira (3), a atriz Lucélia Santos comandou o “Bom dia, Lula”, em frente a sede da Polícia Federal, na capital paranaense. Lucélia, também afirmou que eleição sem Lula não existe.