Confetam convoca municipais de todo país para Greve Geral do Setor Público no dia 18

09/08/2021 - 20:43

Trabalhadores das três esferas, estatais e iniciativa privada se reuniram com a CUT Brasil, CUTs estaduais e entidades de todos os ramos para planejar mobilização nacional conjunta contra a PEC 32

A Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) convoca as federações estaduais filiadas, os sindicatos da categoria, e servidores e servidoras das prefeituras de todo o Brasil para a Greve Geral do Setor Público, convocada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais para 18 de agosto, Dia Nacional de Luta contra Reforma Administrativa (PEC 32) e a Minirreforma Trabalhista (MP 1045).

Juntamente com as entidades representativas dos servidores estaduais e federais, os sindicatos de servidores municipais deverão chamar Assembleias com a categoria para deliberar paralisações de 24 horas e manifestações nas cidades de todo o país com o objetivo de derrotar a PEC 32, que desmonta o Estado para privatizar os serviços públicos, e a MP 1045, que aprofunda a precarização das relações de trabalho causada pela Reforma Trabalhista do governo golpista de Michel Temer.

Apoio de trabalhadores da iniciativa privada

A Greve Geral dos servidores e servidoras das três esferas de governo ganhou o apoio de trabalhadores e trabalhadoras das empresas públicas e estatais ameaçadas de privatização, bem como de companheiros e companheiras do setor privado, convocados para uma reunião ampliada das entidades CUTistas, na tarde desta segunda-feira (9), com a finalidade de planejar conjuntamente as ações do dia 18 em todos os estados do Brasil.

“Se o campo não planta, a cidade não janta. Assim é o setor público: se o servidor público parar, a cidade inteira para. Não pode ir pra metalúrgica, se não tiver a creche, se não tiver o servidor da creche”, comparou a presidenta da Confetam/CUT, Jucélia Vargas, destacando a importância dos serviços públicos para os trabalhadores da iniciativa privada e a necessidade desse segmento também fortalecer a Greve Geral do dia 18.  

Diálogo para onda se transformar num tsunami 

“Agora é muito importante dialogar com os demais ramos da CUT que têm que se incorporar à nossa luta para a gente fazer com que essa onda se transforme num grande tsunami para derrotar esse Congresso. Agora realmente é a hora do vira voto”, completou Jucélia Vargas, se referindo à pressão das entidades nas bases eleitorais dos parlamentares, particularmente nos municípios onde têm mais votos.

Além da presidenta da Confetam/CUT, a reunião contou com a presença de vários diretores e diretoras da entidade, além do presidente nacional da CUT, Sérgio Nobre, e de mais de 160 participantes, entre eles representantes de pelos menos 15 CUTs estaduais, que deram informes sobre a mobilização para a greve do dia 18 em suas bases.

É hora de virar o voto dos deputados!

“Nossas ações tem de dar resultado para virar o voto desses deputados e deputadas que nadam de braçada nos municípios. Onde passam, é sorrisinho. É batidinha nas costas, como se fossem o rei e a rainha porque trouxeram emenda pra isso e praquilo. A gente tem que mostrar pro povo quem é essa gente e o que realmente eles têm feito pro povo”, concluiu Jucélia Vargas.

Nesta quinta-feira (12), às 18h30, a direção ampliada da Confetam/CUT se reúne virtualmente para definir os últimos preparativos da participação dos servidores públicos municipais na Greve Geral do Serviço Público. Na ocasião, também serão eleitos os delegados e delegadas do ramo para a 16ª Plenária Nacional da CUT Brasil, marcada para os dias 21, 22, 23 e 24 de outubro.  

Cancela a Reforma Já!

Aqui no site da Confetam você tem acesso a todas as peças publicitárias da Campanha “Cancela a Reforma Já!”, desenvolvida conjuntamente pela Condsef, Confetam, Fenasepe, CNTE e CNTS. As cinco entidades nacionais CUTistas representantes dos trabalhadores e trabalhadoras do serviço público (servidores municipais, estaduais, federais, trabalhadores da educação, saúde, previdência e assistência social) confeccionaram milhares de panfletos e 30 mil cartilhas a serem distribuídas no país inteiro durante os atos da Greve Geral. Mobilize a sua cidade, compartilhe os nossos materiais e ajude na mobilização nacional do dia 18!

Acesse os materiais: http://www.confetam.com.br/acao/campanha-cancela-a-reforma-a-reforma-administrativa-faz-mal-ao-brasil-cb60/