Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Jornada Unitária: 1º seminário debate mitos e verdades sobre os servidores e os serviços públicos

Debate virtual na noite desta quinta (10) contará com as contribuições de pesquisadores do Ipea, Dieese, UFMG e UFB. Compartilhe e participe!

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 09/09/2020 - 14:28 • Última modificação: 09/09/2020 - 15:47 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 09/09/2020 - 14:28 Última modificação: 09/09/2020 - 15:47

CONFETAM/CUT .

Uma discussão qualificada, com a participação de pesquisadores do Ipea, Dieese, UFMG e UFBA, é o que prometem os organizadores do 1º Seminário da Jornada Unitária em Defesa dos Serviços Públicos, debate virtual transmitido ao vivo, a partir das 18h desta quinta-feira (10), pelas páginas do Facebook da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (facebook.com/confetam) e de entidades apoiadoras do evento.

“Os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores” será o tema das discussões, que contarão com as contribuições de José Celso Cardoso Jr., pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada  (Ipea) e presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do IPEA (Anfipea-Sindical); de Fausto Augusto Jr., diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese); de Regina Coeli Moreira Camargos, doutora em Ciências Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e de Graça Druck, professora de Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

A proposta é discutir com servidores públicos, profissionais da iniciativa privada, parlamentares progressistas e representantes da sociedade civil organizada formas de desmontar a narrativa do governo e dos grandes veículos de comunicação que vendem à sociedade a versão mentirosa do mercado financeiro de que a Reforma Administrativa seria “necessária” ao país.

Atividades da Jornada

O Seminário integra o programa de atividades da Jornada Unitária em Defesa dos Serviços Públicos, lançada no último dia 3 por entidades representativas dos trabalhadores das três esferas de governo, dos três Poderes, das empresas públicas e das estatais, para fazer frente à entrega da PEC da Reforma Administrativa do desgoverno Bolsonaro ao Congresso Nacional.

A próxima agenda está marcada para o dia 24, quando será realizado o 2º Seminário da Jornada, com o tema “As privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais”. Também estão previstas atividades no dia 30 de setembro, data do Ato Nacional em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos, e em 28 de outubro, Dia Nacional do Servidor Público.

CUT reforça a resistência

No dia 2 de setembro, véspera do lançamento da Jornada e da entrega da Reforma Administrativa ao Congresso, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) reuniu virtualmente, durante um dia inteiro, representantes do Ramo do Serviço Público para planejar a construção coletiva da resistência e o enfrentamento à PEC que desmonta o Estado brasileiro e abre caminho para a privatização.

Na abertura, a secretária-geral da CUT, Carmen Foro, explicou que o motivo da reunião era promover uma articulação nacional e um posicionamento político CUTista para viabilizar alianças com outras entidades do movimento sindical brasileiro e elaborar uma agenda unitária de luta em defesa dos servidores e do serviço público.

A reunião contou com uma análise de conjuntura feita pelo presidente da CUT, Sérgio Nobre, o relato da situação de cada segmento presente, e as exposições do Diap e do Dieese, respectivamente, sobre a tramitação da Reforma Administrativa no Congresso e o impacto da PEC nos estados e nos municípios.

Participação dos municipais

“Reforçamos a necessidade de unificar as lutas em defesa do serviço público e a importância de fortalecer as diversas ações já implementadas pelas entidades CUTistas”, afirmou a secretária de Mulheres da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), Ozaneide de Paulo, diretora da CUT Ceará. Ela destacou como uma dessas ações a presença constante do combate à Reforma Administrativa na pauta das Campanhas Salariais anuais da categoria. Ozaneide defendeu mais investimentos em comunicação para que as entidades possam disputar com a direita a hegemonia do discurso sobre a real necessidade da Reforma Administrativa.

Os diretores da Confetam/CUT Cícera Batista (secretária de Comunicação e Imprensa), Vlamir Lima (diretor Executivo), Clemilde Pereira (secretária de Relações do Trabalho) e Lizeu Mazzioni, além das diretoras da CUT Nacional Junéia Batista (secretária da Mulher) e Jandyra Uehara (secretária de Políticas Sociais e de Direitos Humanos ), também representaram o Ramo dos Municipais CUTistas na reunião virtual.

Anote na sua agenda

10 de setembro, das 18 às 20h - Seminário Os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores

24 de setembro, das 18 às 20h - Seminário As privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais

30 de setembro - Ato Nacional em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos

28 de outubro – Dia do Servidor Público

Como aderir:

1. Marque na agenda a data das atividades;

2. Convoque as bases e convide a população em geral, especialmente pessoas próximas;

3. Dialogue com as pessoas sobre a importância dos serviços públicos e a necessidade de proteção dos trabalhadores da administração pública;

4. Grave vídeos e compartilhe nas redes sociais, alertando para o desmonte do Estado e convidando todas/os para aderir à Jornada;

5. Acompanhe as divulgações da Confetam/CUT sobre as ações da Jornada e compartilhe sempre.

Título: Jornada Unitária: 1º seminário debate mitos e verdades sobre os servidores e os serviços públicos, Conteúdo: Uma discussão qualificada, com a participação de pesquisadores do Ipea, Dieese, UFMG e UFBA, é o que prometem os organizadores do 1º Seminário da Jornada Unitária em Defesa dos Serviços Públicos, debate virtual transmitido ao vivo, a partir das 18h desta quinta-feira (10), pelas páginas do Facebook da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (facebook.com/confetam) e de entidades apoiadoras do evento. “Os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores” será o tema das discussões, que contarão com as contribuições de José Celso Cardoso Jr., pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada  (Ipea) e presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do IPEA (Anfipea-Sindical); de Fausto Augusto Jr., diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese); de Regina Coeli Moreira Camargos, doutora em Ciências Políticas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e de Graça Druck, professora de Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A proposta é discutir com servidores públicos, profissionais da iniciativa privada, parlamentares progressistas e representantes da sociedade civil organizada formas de desmontar a narrativa do governo e dos grandes veículos de comunicação que vendem à sociedade a versão mentirosa do mercado financeiro de que a Reforma Administrativa seria “necessária” ao país. Atividades da Jornada O Seminário integra o programa de atividades da Jornada Unitária em Defesa dos Serviços Públicos, lançada no último dia 3 por entidades representativas dos trabalhadores das três esferas de governo, dos três Poderes, das empresas públicas e das estatais, para fazer frente à entrega da PEC da Reforma Administrativa do desgoverno Bolsonaro ao Congresso Nacional. A próxima agenda está marcada para o dia 24, quando será realizado o 2º Seminário da Jornada, com o tema “As privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais”. Também estão previstas atividades no dia 30 de setembro, data do Ato Nacional em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos, e em 28 de outubro, Dia Nacional do Servidor Público. CUT reforça a resistência No dia 2 de setembro, véspera do lançamento da Jornada e da entrega da Reforma Administrativa ao Congresso, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) reuniu virtualmente, durante um dia inteiro, representantes do Ramo do Serviço Público para planejar a construção coletiva da resistência e o enfrentamento à PEC que desmonta o Estado brasileiro e abre caminho para a privatização. Na abertura, a secretária-geral da CUT, Carmen Foro, explicou que o motivo da reunião era promover uma articulação nacional e um posicionamento político CUTista para viabilizar alianças com outras entidades do movimento sindical brasileiro e elaborar uma agenda unitária de luta em defesa dos servidores e do serviço público. A reunião contou com uma análise de conjuntura feita pelo presidente da CUT, Sérgio Nobre, o relato da situação de cada segmento presente, e as exposições do Diap e do Dieese, respectivamente, sobre a tramitação da Reforma Administrativa no Congresso e o impacto da PEC nos estados e nos municípios. Participação dos municipais “Reforçamos a necessidade de unificar as lutas em defesa do serviço público e a importância de fortalecer as diversas ações já implementadas pelas entidades CUTistas”, afirmou a secretária de Mulheres da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), Ozaneide de Paulo, diretora da CUT Ceará. Ela destacou como uma dessas ações a presença constante do combate à Reforma Administrativa na pauta das Campanhas Salariais anuais da categoria. Ozaneide defendeu mais investimentos em comunicação para que as entidades possam disputar com a direita a hegemonia do discurso sobre a real necessidade da Reforma Administrativa. Os diretores da Confetam/CUT Cícera Batista (secretária de Comunicação e Imprensa), Vlamir Lima (diretor Executivo), Clemilde Pereira (secretária de Relações do Trabalho) e Lizeu Mazzioni, além das diretoras da CUT Nacional Junéia Batista (secretária da Mulher) e Jandyra Uehara (secretária de Políticas Sociais e de Direitos Humanos ), também representaram o Ramo dos Municipais CUTistas na reunião virtual. Anote na sua agenda 10 de setembro, das 18 às 20h - Seminário Os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores 24 de setembro, das 18 às 20h - Seminário As privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais 30 de setembro - Ato Nacional em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos 28 de outubro – Dia do Servidor Público Como aderir: 1. Marque na agenda a data das atividades; 2. Convoque as bases e convide a população em geral, especialmente pessoas próximas; 3. Dialogue com as pessoas sobre a importância dos serviços públicos e a necessidade de proteção dos trabalhadores da administração pública; 4. Grave vídeos e compartilhe nas redes sociais, alertando para o desmonte do Estado e convidando todas/os para aderir à Jornada; 5. Acompanhe as divulgações da Confetam/CUT sobre as ações da Jornada e compartilhe sempre.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.