Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Assembleia do Sindsep delibera por adesão à Greve Geral

Os servidores municipais de São Paulo rejeitaram o "reajuste" de 0,01% e decidiram cruzar os braços no dia 30 de junho

Escrito por: SindsepSP • Publicado em: 23/06/2017 - 17:40 • Última modificação: 23/06/2017 - 17:47 Escrito por: SindsepSP Publicado em: 23/06/2017 - 17:40 Última modificação: 23/06/2017 - 17:47

. Decisão foi tomada em assembleia por ampla maioria

Servidores municipais de São Paulo se reuniram na tarde desta quarta-feira (21), no Centro de Formação do sindicato da categoria (Sindsep), para deliberar sobre as próximas atividades que envolvem a entidade. A Assembleia lotada debateu e decidiu a rejeição do 0,01% de reajuste salarial, a adesão à Greve Geral do dia 30 e a construção da próxima atividade no dia 9 de agosto.

A mesa foi composta por Lurdinha, Sergio Antiqueira, Lourdes Estevão, Antônio Carlos Lima e João Batista. Foram feitas análises das conjunturas municipal e nacional, e após as falas dos dirigentes o plenário pode elaborar propostas para montar o calendário de lutas da entidade.

As propostas debatidas e aprovadas são: rejeita 0,01% e exige reajuste salarial; adesão dos servidores municipais à greve geral, com paralisação dos locais de trabalho na parte da manhã e ato no fim da tarde; politização sobre a greve; panfletagem na parte da manhã junto com os movimentos sociais convidando a população para a Av. Paulista no dia 30; No Congresso aprovaremos calendário de mobilização e ato no dia 9 de agosto; construção de uma campanha para combater o 0,01%; elaboração de uma enquete sobre a aposentadoria com uma proposta de enfrentamento e preparação para a atividade do dia 9 de agosto. Todas as propostas foram aprovadas por unanimidade.

Diversas situações foram expostas pelos participantes, que resultaram em 3 moções de repúdio sobre o companheiro preso no Distrito Federal, a funcionária que atua na política de assistência social e sobre a ação da Polícia Militar contra os servidores em Curitiba, todas disponíveis no site do Sindsep.

Título: Assembleia do Sindsep delibera por adesão à Greve Geral, Conteúdo: Servidores municipais de São Paulo se reuniram na tarde desta quarta-feira (21), no Centro de Formação do sindicato da categoria (Sindsep), para deliberar sobre as próximas atividades que envolvem a entidade. A Assembleia lotada debateu e decidiu a rejeição do 0,01% de reajuste salarial, a adesão à Greve Geral do dia 30 e a construção da próxima atividade no dia 9 de agosto. A mesa foi composta por Lurdinha, Sergio Antiqueira, Lourdes Estevão, Antônio Carlos Lima e João Batista. Foram feitas análises das conjunturas municipal e nacional, e após as falas dos dirigentes o plenário pode elaborar propostas para montar o calendário de lutas da entidade. As propostas debatidas e aprovadas são: rejeita 0,01% e exige reajuste salarial; adesão dos servidores municipais à greve geral, com paralisação dos locais de trabalho na parte da manhã e ato no fim da tarde; politização sobre a greve; panfletagem na parte da manhã junto com os movimentos sociais convidando a população para a Av. Paulista no dia 30; No Congresso aprovaremos calendário de mobilização e ato no dia 9 de agosto; construção de uma campanha para combater o 0,01%; elaboração de uma enquete sobre a aposentadoria com uma proposta de enfrentamento e preparação para a atividade do dia 9 de agosto. Todas as propostas foram aprovadas por unanimidade. Diversas situações foram expostas pelos participantes, que resultaram em 3 moções de repúdio sobre o companheiro preso no Distrito Federal, a funcionária que atua na política de assistência social e sobre a ação da Polícia Militar contra os servidores em Curitiba, todas disponíveis no site do Sindsep.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.