Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Confetam/CUT convoca municipais para lançamento da Jornada em Defesa do Serviço Público

Ato virtual na noite de 3 de setembro marcará o lançamento da campanha nacional em defesa dos serviços e empresas públicas, das estatais e dos trabalhadores do ramo

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 18/08/2020 - 17:48 • Última modificação: 19/08/2020 - 10:33 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 18/08/2020 - 17:48 Última modificação: 19/08/2020 - 10:33

. .

Sensibilizar a sociedade sobre a importância dos servidores e dos serviços públicos para o povo brasileiro. Este é o objetivo da Jornada Unitária de Luta em Defesa dos Serviços Públicos, a ser lançada virtualmente na noite de 3 de setembro com o apoio da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Públicos Municipal (Confetam/CUT) e de diversas entidades filiadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Inicialmente, a data do lançamento foi estabelecida em 27 de agosto, durante reunião virtual realizada na manhã de terça-feira (18) com entidades sindicais representativas dos trabalhadores do ramo do serviço público CUTista. Mas o dia foi alterado na manhã desta quarta-feira (19), durante reunião virtual da equipe de comunicação da Jornada, a pedido da direção da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef).

A ideia da jornada unitária é enfatizar a relevância dos serviços públicos oferecidos aos cidadãos por prefeituras, governos estaduais e federal, empresas públicas e estatais, destacando a necessidade social do trabalho do servidor, imprescindível ao pleno funcionamento do Estado e à garantia de serviços essenciais prestados gratuitamente à população, como saúde, educação, assistência social e segurança.

O lançamento será marcado pela apresentação do conjunto de proposições que ameaçam direitos dos servidores das três esferas de governo e impactam diretamente na continuidade dos serviços prestados atualmente aos usuários do sistema público. Na lista de retrocessos que exigem uma reação imediata dos trabalhadores despontam a Reforma Administrativa e as privatizações.  

Agenda

Dando sequência ao lançamento nacional da jornada, estão previstos eventos estaduais envolvendo centrais e entidades sindicais de trabalhadores, representantes da sociedade civil organizada e de religiões, além de parlamentares e lideranças comprometidas com a defesa do serviço público, alvo preferencial dos ataques do desgoverno de extrema-direita de Jair Bolsonaro.

Ainda estão previstos dois seminários nacionais, nos dias 10 e 17 de setembro. O primeiro discutirá os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores. O segundo abordará as privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais.

Campanha

Além dos eventos, as entidades também estão articulando uma campanha em defesa do serviço público e dos servidores. Uma das principais ações é a produção de vídeos curtos com relatos de trabalhadores e usuários sobre a importância dos serviços públicos em suas vidas.

“Vamos pedir aos servidores, aos profissionais de saúde, que gravem os vídeos nos próprios locais de trabalho para defender o direito do povo brasileiro de ter acesso a serviços públicos de qualidade”, explica a presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira. “Precisamos descer para estados e municípios para massificar a campanha e fazê-la chegar até os usuários que mais necessitam dos serviços públicos”, completa.

Serviço:

Ato virtual de lançamento da Jornada unitária de luta em defesa dos serviços públicos

Dia 3 de setembro de 2020, das 18 às 21h

 

1º Seminário virtual - Os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores

Dia 10 de setembro de 2020, das 18 às 20h

 

2ª Seminário virtual - As privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais

Dia 17 de setembro de 2020, das 18 às 20h

 

Os links das três atividades serão disponibilizados

Título: Confetam/CUT convoca municipais para lançamento da Jornada em Defesa do Serviço Público, Conteúdo: Sensibilizar a sociedade sobre a importância dos servidores e dos serviços públicos para o povo brasileiro. Este é o objetivo da Jornada Unitária de Luta em Defesa dos Serviços Públicos, a ser lançada virtualmente na noite de 3 de setembro com o apoio da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Públicos Municipal (Confetam/CUT) e de diversas entidades filiadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Inicialmente, a data do lançamento foi estabelecida em 27 de agosto, durante reunião virtual realizada na manhã de terça-feira (18) com entidades sindicais representativas dos trabalhadores do ramo do serviço público CUTista. Mas o dia foi alterado na manhã desta quarta-feira (19), durante reunião virtual da equipe de comunicação da Jornada, a pedido da direção da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef). A ideia da jornada unitária é enfatizar a relevância dos serviços públicos oferecidos aos cidadãos por prefeituras, governos estaduais e federal, empresas públicas e estatais, destacando a necessidade social do trabalho do servidor, imprescindível ao pleno funcionamento do Estado e à garantia de serviços essenciais prestados gratuitamente à população, como saúde, educação, assistência social e segurança. O lançamento será marcado pela apresentação do conjunto de proposições que ameaçam direitos dos servidores das três esferas de governo e impactam diretamente na continuidade dos serviços prestados atualmente aos usuários do sistema público. Na lista de retrocessos que exigem uma reação imediata dos trabalhadores despontam a Reforma Administrativa e as privatizações.   Agenda Dando sequência ao lançamento nacional da jornada, estão previstos eventos estaduais envolvendo centrais e entidades sindicais de trabalhadores, representantes da sociedade civil organizada e de religiões, além de parlamentares e lideranças comprometidas com a defesa do serviço público, alvo preferencial dos ataques do desgoverno de extrema-direita de Jair Bolsonaro. Ainda estão previstos dois seminários nacionais, nos dias 10 e 17 de setembro. O primeiro discutirá os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores. O segundo abordará as privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais. Campanha Além dos eventos, as entidades também estão articulando uma campanha em defesa do serviço público e dos servidores. Uma das principais ações é a produção de vídeos curtos com relatos de trabalhadores e usuários sobre a importância dos serviços públicos em suas vidas. “Vamos pedir aos servidores, aos profissionais de saúde, que gravem os vídeos nos próprios locais de trabalho para defender o direito do povo brasileiro de ter acesso a serviços públicos de qualidade”, explica a presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira. “Precisamos descer para estados e municípios para massificar a campanha e fazê-la chegar até os usuários que mais necessitam dos serviços públicos”, completa. Serviço: Ato virtual de lançamento da Jornada unitária de luta em defesa dos serviços públicos Dia 3 de setembro de 2020, das 18 às 21h   1º Seminário virtual - Os mitos e as verdades sobre servidores e serviços públicos, empresas públicas, estatais e seus trabalhadores Dia 10 de setembro de 2020, das 18 às 20h   2ª Seminário virtual - As privatizações, a desnacionalização do patrimônio público e das riquezas nacionais Dia 17 de setembro de 2020, das 18 às 20h   Os links das três atividades serão disponibilizados



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.