Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Confraria de Leitura leva cultura a 150 estudantes da periferia de Fortaleza

Nos moldes de uma Academia de Letras, projeto é integrado por 150 crianças 8 a 12 anos que se deliciam com as histórias contadas em sala.

Escrito por: Redação Confetam/CUT • Publicado em: 04/01/2019 - 16:31 • Última modificação: 04/01/2019 - 16:54 Escrito por: Redação Confetam/CUT Publicado em: 04/01/2019 - 16:31 Última modificação: 04/01/2019 - 16:54

. Estudantes de 3ª e 4ª séries são envolvidos pela magia da leitura

Situado no Bom Jardim, um dos bairros mais pobres da periferia de Fortaleza (CE), o projeto Confraria de Leitura funciona no modelo de uma Academia de Letras, integrada por 150 alunas e alunos distribuídos em dois turnos de aulas. Coordenado pelo professor de história e poeta popular João Teles de Aguiar, o projeto funciona há 22 anos promovendo palestras, rodas de leitura e de conversa.

O momento mais esperando pelos participantes é o "Parlamento Mirim". Durante o evento, estudantes de 8 a 12 anos, que cursam entre o 3º e o 4º Anos do Ensino Fundamental, relatam fatos e narrativas variadas. O projeto trabalha a auto-estima dos estudantes, divulga as culturas popular e nordestina, e desenvolve experiências com jornal, revista, rádio-escola, teatro, música, vídeos, etc.

Há empréstimo de livros e uma preocupação constante com o estado de conversação das obras literárias que estão sob a guarda do pequeno acervo do Confraria de Leitura. O projeto aceita doações para o acervo, que podem ser feitas por meio dos contatos (85) 85863910/988713970.

Com informações do Confraria de Leitura do Bom Jardim. 

Título: Confraria de Leitura leva cultura a 150 estudantes da periferia de Fortaleza, Conteúdo: Situado no Bom Jardim, um dos bairros mais pobres da periferia de Fortaleza (CE), o projeto Confraria de Leitura funciona no modelo de uma Academia de Letras, integrada por 150 alunas e alunos distribuídos em dois turnos de aulas. Coordenado pelo professor de história e poeta popular João Teles de Aguiar, o projeto funciona há 22 anos promovendo palestras, rodas de leitura e de conversa. O momento mais esperando pelos participantes é o Parlamento Mirim. Durante o evento, estudantes de 8 a 12 anos, que cursam entre o 3º e o 4º Anos do Ensino Fundamental, relatam fatos e narrativas variadas. O projeto trabalha a auto-estima dos estudantes, divulga as culturas popular e nordestina, e desenvolve experiências com jornal, revista, rádio-escola, teatro, música, vídeos, etc. Há empréstimo de livros e uma preocupação constante com o estado de conversação das obras literárias que estão sob a guarda do pequeno acervo do Confraria de Leitura. O projeto aceita doações para o acervo, que podem ser feitas por meio dos contatos (85) 85863910/988713970. Com informações do Confraria de Leitura do Bom Jardim. 



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.