Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Em greve pela vida, educação municipal de SP realiza caminhada para dialogar com a população

Caminhada foi realizada nesta quarta-feira (10) na Zona Norte da cidade

Escrito por: Sindsep/SP • Publicado em: 11/03/2021 - 17:43 • Última modificação: 11/03/2021 - 18:07 Escrito por: Sindsep/SP Publicado em: 11/03/2021 - 17:43 Última modificação: 11/03/2021 - 18:07

Sindsep/SP Diretor da Confetam e do Sindsep, Vlamir Lima participou da caminhada em São Paulo

O Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep/SP) e a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municcipal (Confetam/CUT) participaram, nesta quarta-feira (10), de uma caminhada no Parque Novo Mundo, na Zona Norte da cidade, com os profissionais da educação que estão em greve desde o dia 10 de fevereiro, para dialogar com a comunidade.

Os trabalhadores dialogaram com as comunidades do entorno da EMEF Cel. Ary Gomes e da EMEF Paulo Carneiro, que estão fechadas por conta de casos de contágios por Covid-19 nessas unidades escolares.

De acordo com Vlamir Lima, diretor do Sindsep/SP e da Confetam/CUT, "A população foi muito receptiva com o ato, prestando atenção nas informações e nas denúncias que estavam sendo feitas e muitos assinaram o abaixo assinado por um Projeto de Lei para testagem de Covid-19 da população, para ajudar no controle da pandemia". Durante o trajeto de caminhada os profissionais distribuíram panfletos e realizaram a colagem de cartazes da greve. 

Segundo o professor Nelson Galvão, dirigente da CNTE/CUT, "reivindicamos do governo do prefeito Bruno Covas, condições para o retorno das aulas presenciais, testagem em massa para Covid-19, rastreamento dos casos da doença, calendário concreto para a vacinação de todos pelo Sistema Único de Saúde – SUS, número adequado de funcionários, em especial da limpeza, para escola, as obras de adequação para a ventilação adequada e medidas de segurança alimentar para atender as crianças e jovens".

Título: Em greve pela vida, educação municipal de SP realiza caminhada para dialogar com a população, Conteúdo: O Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep/SP) e a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municcipal (Confetam/CUT) participaram, nesta quarta-feira (10), de uma caminhada no Parque Novo Mundo, na Zona Norte da cidade, com os profissionais da educação que estão em greve desde o dia 10 de fevereiro, para dialogar com a comunidade. Os trabalhadores dialogaram com as comunidades do entorno da EMEF Cel. Ary Gomes e da EMEF Paulo Carneiro, que estão fechadas por conta de casos de contágios por Covid-19 nessas unidades escolares. De acordo com Vlamir Lima, diretor do Sindsep/SP e da Confetam/CUT, A população foi muito receptiva com o ato, prestando atenção nas informações e nas denúncias que estavam sendo feitas e muitos assinaram o abaixo assinado por um Projeto de Lei para testagem de Covid-19 da população, para ajudar no controle da pandemia. Durante o trajeto de caminhada os profissionais distribuíram panfletos e realizaram a colagem de cartazes da greve.  Segundo o professor Nelson Galvão, dirigente da CNTE/CUT, reivindicamos do governo do prefeito Bruno Covas, condições para o retorno das aulas presenciais, testagem em massa para Covid-19, rastreamento dos casos da doença, calendário concreto para a vacinação de todos pelo Sistema Único de Saúde – SUS, número adequado de funcionários, em especial da limpeza, para escola, as obras de adequação para a ventilação adequada e medidas de segurança alimentar para atender as crianças e jovens.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.