Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Fetrameb discute desafios do movimento sindical

A conjuntura sociopolítica da Bahia e do Brasil entrou em pauta na 8ª Plenária Estatutária da categoria.

Escrito por: Confetam/CUT • Publicado em: 28/08/2015 - 15:25 • Última modificação: 09/10/2015 - 11:21 Escrito por: Confetam/CUT Publicado em: 28/08/2015 - 15:25 Última modificação: 09/10/2015 - 11:21

Divulgação

A conjuntura sociopolítica da Bahia e do Brasil entrou em pauta na última quarta-feira (26) durante a 8ª Plenária Estatutária da Federação dos Trabalhadores Públicos Municipais da Bahia (Fetrameb). A atividade reuniu servidores e servidoras para refletir sobre a atuação do movimento sindical e outras pautas relevantes no cenário brasileiro, como o piso salarial dos agentes de saúde, a defesa da Petrobras e os investimentos públicos com recursos do Pré-Sal.
 
A presidenta da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal  (Confetam/CUT), Vilani Oliveira, participou do evento contribuindo com a análise de conjutura. Para ela, a atividade é um marco na organização dos servidores municipais da Bahia. "A Fetrameb está fazendo o debate para que os trabalhadores compreendam a realidade em que vivemos e possam fazer intervações qualificadas. Foi um evento muito rico com participação ativa e falas bem embasadas dos participantes", avalia.
 
A Plenária também discutiu as relações dos servidores municipais com a Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Estado, que contará com a indicação de um nome do ramo para compor a Direção Executiva. A presidenta da Confetam/CUT destacou que a participação dentro da CUT reforça a importância da categoria no sindicalismo baiano. "Saio satisfeita com a certeza de que estamos cumprindo o nosso papel de fortelecer a organização e qualificar o debate", afirmou.
 
Formação
A partir de setembro, a Fetrameb começa uma agenda de formação política em todas as regionais da Bahia. A iniciativa dá continuidade aos debates gerados na Plenária Estatuária e busca, sobretudo, discutir a concepção e a prática do movimento sindical, com ênfase na atuação dos servidores municipais.
Título: Fetrameb discute desafios do movimento sindical, Conteúdo: A conjuntura sociopolítica da Bahia e do Brasil entrou em pauta na última quarta-feira (26) durante a 8ª Plenária Estatutária da Federação dos Trabalhadores Públicos Municipais da Bahia (Fetrameb). A atividade reuniu servidores e servidoras para refletir sobre a atuação do movimento sindical e outras pautas relevantes no cenário brasileiro, como o piso salarial dos agentes de saúde, a defesa da Petrobras e os investimentos públicos com recursos do Pré-Sal.   A presidenta da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal  (Confetam/CUT), Vilani Oliveira, participou do evento contribuindo com a análise de conjutura. Para ela, a atividade é um marco na organização dos servidores municipais da Bahia. A Fetrameb está fazendo o debate para que os trabalhadores compreendam a realidade em que vivemos e possam fazer intervações qualificadas. Foi um evento muito rico com participação ativa e falas bem embasadas dos participantes, avalia.   A Plenária também discutiu as relações dos servidores municipais com a Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Estado, que contará com a indicação de um nome do ramo para compor a Direção Executiva. A presidenta da Confetam/CUT destacou que a participação dentro da CUT reforça a importância da categoria no sindicalismo baiano. Saio satisfeita com a certeza de que estamos cumprindo o nosso papel de fortelecer a organização e qualificar o debate, afirmou.   Formação A partir de setembro, a Fetrameb começa uma agenda de formação política em todas as regionais da Bahia. A iniciativa dá continuidade aos debates gerados na Plenária Estatuária e busca, sobretudo, discutir a concepção e a prática do movimento sindical, com ênfase na atuação dos servidores municipais.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.