Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Jornal digital da Fetram/SC publica carta aos parlamentares

O documento deve servir de modelo para o envio de cartas a deputados e senadores defendendo a posição dos servidores municipais diante dos ataques do governo ilegítimo de Temer

Escrito por: Confetam • Publicado em: 03/06/2016 - 14:43 • Última modificação: 03/06/2016 - 15:14 Escrito por: Confetam Publicado em: 03/06/2016 - 14:43 Última modificação: 03/06/2016 - 15:14

. .

"Tem um golpe em curso no Brasil" é o alerta feito pelo jornal digital da Federação dos Trabalhadores Muncipais do Estado de Santa Catarina (Fetram/SC). Nesta edição, a publicação traz uma sugestão de carta, a ser enviada a deputados e senadores pelos servidores municipais e suas entidades representativas, expondo a posição da categoria diante da ameaça de ataques aos trabalhadores e ao Brasil pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB/SP).

Confira o conteúdo da carta e envie aos parlamentares que compõem a bancada do seu estado:

Exmo.(a) Deputado(a), Exma.(a) Senador(a) do meu estado, 
 
Considerando que a crise momentânea é superável, mas a destruição das políticas públicas firmadas na Constituição Federal de 1988 comprometerá o desenvolvimento do país e o avanço na inclusão social e no bem estar do povo brasileiro, dirijo-me à Vossa Excelência para manifestar a minha posição:
 
- em defesa da vinculação constitucional da receita de impostos à saúde (da União, 12% dos estados e 15% dos municípios) e à educação (18% União, 25% estados e municípios), sem DRU, DRE e DRM.
 
- contra as propostas de ajuste fiscal que nada mais tem de objetivo a não ser de garantir o pagamento de juros exorbitantes para especuladores nacionais e internacionais.
 
- contra qualquer medida de congelamento das despesas públicas, de limitação de concursos públicos, de congelamento dos salários e carreiras dos servidores públicos, porque, para avançar no desenvolvimento do país, são necessários mais e melhores serviços públicos.
 
- contra a terceirização dos contratos de trabalho, do negociado sobre o legislado e de todas as propostas que tem por objetivo a precarização das condições de trabalho e salário e o empobrecimento dos trabalhadores.
 
- contra a proposta de elevar a idade mínima de aposentadoria e de todas as propostas de precarização da previdência social.
 
- contra todas as propostas de redução da soberania nacional, como a privatização do petróleo, da Petrobrás, do BNDES, da Caixa, do Banco do Brasil, da Eletrobrás e demais estatais, fundamentais à soberania da política econômica do país perante o mercado global.
 
Defendo a continuidade das investigações e o combate à corrupção. 

Considerando que no impeachment não foi comprovado crime de responsabilidade, defendo o retorno da Presidenta Dilma, eleita pelo povo em 2014, e o cumprimento do programa de governo aprovado nas urnas.
 
Defendo a democracia, as políticas públicas e a valorização dos trabalhadores(as).
 
Peço o apoio de Vossa Excelência para essas causas.
 
.......................... - Servidor(a) Público(a) Municipal de ................

Título: Jornal digital da Fetram/SC publica carta aos parlamentares, Conteúdo: Tem um golpe em curso no Brasil é o alerta feito pelo jornal digital da Federação dos Trabalhadores Muncipais do Estado de Santa Catarina (Fetram/SC). Nesta edição, a publicação traz uma sugestão de carta, a ser enviada a deputados e senadores pelos servidores municipais e suas entidades representativas, expondo a posição da categoria diante da ameaça de ataques aos trabalhadores e ao Brasil pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB/SP). Confira o conteúdo da carta e envie aos parlamentares que compõem a bancada do seu estado: Exmo.(a) Deputado(a), Exma.(a) Senador(a) do meu estado,    Considerando que a crise momentânea é superável, mas a destruição das políticas públicas firmadas na Constituição Federal de 1988 comprometerá o desenvolvimento do país e o avanço na inclusão social e no bem estar do povo brasileiro, dirijo-me à Vossa Excelência para manifestar a minha posição:   - em defesa da vinculação constitucional da receita de impostos à saúde (da União, 12% dos estados e 15% dos municípios) e à educação (18% União, 25% estados e municípios), sem DRU, DRE e DRM.   - contra as propostas de ajuste fiscal que nada mais tem de objetivo a não ser de garantir o pagamento de juros exorbitantes para especuladores nacionais e internacionais.   - contra qualquer medida de congelamento das despesas públicas, de limitação de concursos públicos, de congelamento dos salários e carreiras dos servidores públicos, porque, para avançar no desenvolvimento do país, são necessários mais e melhores serviços públicos.   - contra a terceirização dos contratos de trabalho, do negociado sobre o legislado e de todas as propostas que tem por objetivo a precarização das condições de trabalho e salário e o empobrecimento dos trabalhadores.   - contra a proposta de elevar a idade mínima de aposentadoria e de todas as propostas de precarização da previdência social.   - contra todas as propostas de redução da soberania nacional, como a privatização do petróleo, da Petrobrás, do BNDES, da Caixa, do Banco do Brasil, da Eletrobrás e demais estatais, fundamentais à soberania da política econômica do país perante o mercado global.   Defendo a continuidade das investigações e o combate à corrupção.  Considerando que no impeachment não foi comprovado crime de responsabilidade, defendo o retorno da Presidenta Dilma, eleita pelo povo em 2014, e o cumprimento do programa de governo aprovado nas urnas.   Defendo a democracia, as políticas públicas e a valorização dos trabalhadores(as).   Peço o apoio de Vossa Excelência para essas causas.   .......................... - Servidor(a) Público(a) Municipal de ................



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.