Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Municipais de Canindé de São Francisco param dia 29 contra corte de salários

Eles protestarão contra o corte dos dias de greve dos salários dos servidores da Educação.

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 22/08/2018 - 17:44 • Última modificação: 22/08/2018 - 18:21 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 22/08/2018 - 17:44 Última modificação: 22/08/2018 - 18:21

. Assembleia da categoria deliberou pela paralisação por unanimidade

Em assembleia realizada na noite de ontem (21), os servidores municipais de Canindé de São Francisco (SE) deliberaram, por unanimidade, realizar paralisação de advertência, na próxima quarta-feira (29). Eles protestarão contra o corte dos dias de greve dos salários dos servidores da Secretaria de Educação do Município, promovido pelo prefeito Ednaldo da Farmácia e o secretário Beto Vieira.

Na última segunda (20), a diretoria do Sindiserve-Canindé reuniu-se extraordinariamente para discutir o assunto. Os diretores do sindicato chegaram à conclusão de que o desconto é indevido porque o juiz que suspendeu liminarmente a greve não acatou o pedido da Administração Municipal de cortar os salários dos trabalhadores, tampouco o processo teve julgamento final.

Durante assembleia de ontem, o Sindiserve apresentou propostas de ações formuladas durante a reunião dos diretores para exigir a devolução integral dos valores subtraídos ilegalmente, cobrar o encaminhamento do reajuste salarial 2018 e o cumprimento de leis municipais, como o Estatuto do Servidor Público e o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos.

Nos dias 14 e 16, representantes da direção da entidade protocolaram no Ministério Público documento solicitando as devidas providências no sentido de garantir a devolução dos quantitativos aos trabalhadores.

Até quarta-feira (29), a categoria intensificará a campanha #PrefeitoEdnaldoMãosDeTesoura #SecretárioBetoVieiraMãosDeTesoura para pressionar os dois gestores públicos a observarem os direitos dos trabalhadores.

Com informações do Sindiserve Canindé

Título: Municipais de Canindé de São Francisco param dia 29 contra corte de salários, Conteúdo: Em assembleia realizada na noite de ontem (21), os servidores municipais de Canindé de São Francisco (SE) deliberaram, por unanimidade, realizar paralisação de advertência, na próxima quarta-feira (29). Eles protestarão contra o corte dos dias de greve dos salários dos servidores da Secretaria de Educação do Município, promovido pelo prefeito Ednaldo da Farmácia e o secretário Beto Vieira. Na última segunda (20), a diretoria do Sindiserve-Canindé reuniu-se extraordinariamente para discutir o assunto. Os diretores do sindicato chegaram à conclusão de que o desconto é indevido porque o juiz que suspendeu liminarmente a greve não acatou o pedido da Administração Municipal de cortar os salários dos trabalhadores, tampouco o processo teve julgamento final. Durante assembleia de ontem, o Sindiserve apresentou propostas de ações formuladas durante a reunião dos diretores para exigir a devolução integral dos valores subtraídos ilegalmente, cobrar o encaminhamento do reajuste salarial 2018 e o cumprimento de leis municipais, como o Estatuto do Servidor Público e o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos. Nos dias 14 e 16, representantes da direção da entidade protocolaram no Ministério Público documento solicitando as devidas providências no sentido de garantir a devolução dos quantitativos aos trabalhadores. Até quarta-feira (29), a categoria intensificará a campanha #PrefeitoEdnaldoMãosDeTesoura #SecretárioBetoVieiraMãosDeTesoura para pressionar os dois gestores públicos a observarem os direitos dos trabalhadores. Com informações do Sindiserve Canindé



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.