Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores municipais vão à Câmara de Porto Velho cobrar cálculos atuariais do Ipam

Após protesto contra suspensão de convênios de saúde, direção do Instituto de Previdência e Assistência Médica dos Servidores de Porto Velho se comprometeu a apresentar dados na Câmara Municipal.

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 21/01/2020 - 18:36 • Última modificação: 22/01/2020 - 06:52 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 21/01/2020 - 18:36 Última modificação: 22/01/2020 - 06:52

. Manifestação no Ipam resultou na promessa de divulgação de informações sobre o Instituto

Nesta terça-feira (21), às 15 horas, os servidores públicos municipais de Porto Velho (RO) estarão na Câmara de Vereadores para o receber da direção do Instituto de Previdência e Assistência Médica da categoria (Ipam) os cálculos atuariais do órgão e formalizar a apresentação das propostas dos trabalhadores à diretoria do Instituto.

Na manhã da última quarta-feira (15), os servidores realizaram uma manifestação de três horas em frente ao Ipam para protestar contra a suspensão de convênios de saúde com hospitais, clínicas e consultórios. Os manifestantes reivindicaram o pleno funcionamento do Fundo de Assistência Médica do órgão que beneficia os trabalhadores da prefeitura e seus dependentes.

Protesto surte efeito

O protesto resultou numa reunião, realizada na última sexta-feira (17), com representantes da Prefeitura, da Diretoria e do Conselho do Ipam com uma comissão de servidores públicos do município, acompanhados de dirigentes do sindicato da categoria (Sindeprof), do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Rondônia (Sinderon) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sintero).

No encontro, ficou deliberada a entrega dos cálculos atuariais à Comissão de Servidores em Prol do IPAM, na sede do Legislativo Municipal. A Comissão quer saber o tamanho da dívida da instituição com os hospitais e clínicas conveniadas, além de esclarecer como foram aplicados os recursos do Fundo de Assistência Médica duramente as últimas gestões.

Título: Servidores municipais vão à Câmara de Porto Velho cobrar cálculos atuariais do Ipam, Conteúdo: Nesta terça-feira (21), às 15 horas, os servidores públicos municipais de Porto Velho (RO) estarão na Câmara de Vereadores para o receber da direção do Instituto de Previdência e Assistência Médica da categoria (Ipam) os cálculos atuariais do órgão e formalizar a apresentação das propostas dos trabalhadores à diretoria do Instituto. Na manhã da última quarta-feira (15), os servidores realizaram uma manifestação de três horas em frente ao Ipam para protestar contra a suspensão de convênios de saúde com hospitais, clínicas e consultórios. Os manifestantes reivindicaram o pleno funcionamento do Fundo de Assistência Médica do órgão que beneficia os trabalhadores da prefeitura e seus dependentes. Protesto surte efeito O protesto resultou numa reunião, realizada na última sexta-feira (17), com representantes da Prefeitura, da Diretoria e do Conselho do Ipam com uma comissão de servidores públicos do município, acompanhados de dirigentes do sindicato da categoria (Sindeprof), do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Rondônia (Sinderon) e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sintero). No encontro, ficou deliberada a entrega dos cálculos atuariais à Comissão de Servidores em Prol do IPAM, na sede do Legislativo Municipal. A Comissão quer saber o tamanho da dívida da instituição com os hospitais e clínicas conveniadas, além de esclarecer como foram aplicados os recursos do Fundo de Assistência Médica duramente as últimas gestões.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.