Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Professores/as da Prefeitura de Abelardo Luz iniciam greve pelo cumprimento do Piso Nacional do Magistério

Trabalhadores/as cobram respeito do Executivo à Lei do Piso, que prevê reajuste de 12,84%

Escrito por: SITESPM-CHR • Publicado em: 06/03/2020 - 15:25 • Última modificação: 06/03/2020 - 15:49 Escrito por: SITESPM-CHR Publicado em: 06/03/2020 - 15:25 Última modificação: 06/03/2020 - 15:49

SITESPM-CHR Professores/as rejeitaram os 4,30% retroativos à janeiro oferecidos pelo Município

Em Assembleia, realizada  na Câmara de Vereadores, na noite de quinta-feira (5), os/as  professores/as da Prefeitura de Abelardo Luz aprovaram a realização de greve.

Os/as professores/as mantém a reivindicação dos 12,84% de reajuste conforme o Piso Nacional do Magistério e por unanimidade rejeitaram a proposta do Governo.

O Governo ofereceu 4,30% do INPC à categoria funcional dos professores retroativo à janeiro.

Antes da Assembleia dos/as Professoras/as os demais servidores aprovaram a proposta apresentada pelo Governo: 4,30% do INPC aos demais servidores a partir de maio; aumento de R$ 50 do valor do auxílio alimentação a partir do mês de maio, devido apenas aqueles que já recebem o benefício; concessão de 10% de incremento ao vencimento dos cargos de Vigia, Motorista de Transporte Escolar, Auxiliar de Manutenção, Auxiliar Administrativo e Auxiliar de Consultório Dentário.

A concentração dos/as Professoras/as acontece em frente da prefeitura.

Título: Professores/as da Prefeitura de Abelardo Luz iniciam greve pelo cumprimento do Piso Nacional do Magistério, Conteúdo: Em Assembleia, realizada  na Câmara de Vereadores, na noite de quinta-feira (5), os/as  professores/as da Prefeitura de Abelardo Luz aprovaram a realização de greve. Os/as professores/as mantém a reivindicação dos 12,84% de reajuste conforme o Piso Nacional do Magistério e por unanimidade rejeitaram a proposta do Governo. O Governo ofereceu 4,30% do INPC à categoria funcional dos professores retroativo à janeiro. Antes da Assembleia dos/as Professoras/as os demais servidores aprovaram a proposta apresentada pelo Governo: 4,30% do INPC aos demais servidores a partir de maio; aumento de R$ 50 do valor do auxílio alimentação a partir do mês de maio, devido apenas aqueles que já recebem o benefício; concessão de 10% de incremento ao vencimento dos cargos de Vigia, Motorista de Transporte Escolar, Auxiliar de Manutenção, Auxiliar Administrativo e Auxiliar de Consultório Dentário. A concentração dos/as Professoras/as acontece em frente da prefeitura.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.