Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores de Concórdia aprovam acordo salarial

Por unanimidade, os trabalhadores aceitaram os 11% de reajuste oferecidos pela Prefeitura.

Escrito por: SSMCR • Publicado em: 16/03/2016 - 15:43 • Última modificação: 17/03/2016 - 12:36 Escrito por: SSMCR Publicado em: 16/03/2016 - 15:43 Última modificação: 17/03/2016 - 12:36

. Eles conquistaram ainda aumento no valor do vale refeição, abono e cestas básicas

Nesta terça-feira (15), os associados do Sindicato dos Servidores do Município de Concórdia (SSMCR) aprovaram, por unanimidade, a pauta de negociação salarial acordada entre a entidade e a Administração Municipal.

Com auditório cheio, o coordenador municipal, Tayson Baseggio, leu as cláusulas sociais e financeiras e, após alguns questionamentos, os trabalhadores decidiram pela aprovação de 100% da pauta.

Confira: 

* 11% de reajuste, sendo 100% da inflação de 1º de abril de 2015 a 31 de março de 2016, resultando em um percentual de 10,47% + ganho real de 0,53%
* Vale alimentação no valor de R$ 150,00 mensais
* 05 cestas básicas
* Abono de R$ 200,00 no mês de dezembro de 2016

Segundo o operador de máquinas, Gerson Piva, os trabalhadores esperavam um reajuste maior. "A gente sempre espera um aumento real, mas por ser ano eleitoral e pela situação que o Brasil se encontra, 11% é uma segurança pra nós. Não dá pra reclamar", afirmou Piva.

Fazendo uma avaliação geral, o presidente do SSMCR, Valdomiro Tafarel, a categoria entendeu que esse é um ano diferente. "Nós não tínhamos muito tempo para negociar e, diante da circunstância em que o Brasil vem enfrentando, não poderíamos por tudo a perder. 11% não é ruim. Conseguimos,  inclusive, antecipar a data-base de abril para março. Então, já neste mês os trabalhadores receberão o aumento", concluiu o presidente.

Título: Servidores de Concórdia aprovam acordo salarial, Conteúdo: Nesta terça-feira (15), os associados do Sindicato dos Servidores do Município de Concórdia (SSMCR) aprovaram, por unanimidade, a pauta de negociação salarial acordada entre a entidade e a Administração Municipal. Com auditório cheio, o coordenador municipal, Tayson Baseggio, leu as cláusulas sociais e financeiras e, após alguns questionamentos, os trabalhadores decidiram pela aprovação de 100% da pauta. Confira:  * 11% de reajuste, sendo 100% da inflação de 1º de abril de 2015 a 31 de março de 2016, resultando em um percentual de 10,47% + ganho real de 0,53% * Vale alimentação no valor de R$ 150,00 mensais * 05 cestas básicas * Abono de R$ 200,00 no mês de dezembro de 2016 Segundo o operador de máquinas, Gerson Piva, os trabalhadores esperavam um reajuste maior. A gente sempre espera um aumento real, mas por ser ano eleitoral e pela situação que o Brasil se encontra, 11% é uma segurança pra nós. Não dá pra reclamar, afirmou Piva. Fazendo uma avaliação geral, o presidente do SSMCR, Valdomiro Tafarel, a categoria entendeu que esse é um ano diferente. Nós não tínhamos muito tempo para negociar e, diante da circunstância em que o Brasil vem enfrentando, não poderíamos por tudo a perder. 11% não é ruim. Conseguimos,  inclusive, antecipar a data-base de abril para março. Então, já neste mês os trabalhadores receberão o aumento, concluiu o presidente.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.