Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores de Presidente Prudente se manifestam na Câmara contra corte do Abono Aniversário

Trabalhadores exigiram dos vereadores apoio à categoria contra o corte do benefício.

Escrito por: Sintrapp • Publicado em: 28/08/2019 - 18:12 • Última modificação: 29/08/2019 - 13:36 Escrito por: Sintrapp Publicado em: 28/08/2019 - 18:12 Última modificação: 29/08/2019 - 13:36

. .

Indignados com a situação e com o objetivo de pressionar o prefeito de Presidente Prudente (SP) a encontrar uma solução para o iminente corte no pagamento do Abono Aniversário, servidoras e servidores públicos do município protocolaram na noite desta terça-feira (27), durante a sessão da Câmara Municipal, ofício solicitando a suspensão dos trabalhos da Casa para que os vereadores pudessem conversar com a categoria a respeito da Ação Direta de Inconstitucionalidade. A Adin questiona a constitucionalidade da Lei Municipal que assegura o direito a abono de 75% do piso salarial da prefeitura (R$ 950,00) no mês de aniversário e o dia de folga.

Segurando cartazes para expressar descontentamento, frases como “Não vamos aceitar a retirada de nossos direitos de braços cruzados!” e “Não vamos aceitar mais retrocessos!” estavam a todo momento visíveis aos vereadores.

O que ficou decidido?

Durante a reunião, o presidente da Casa Legislativa acatou a solicitação de recorrer da ação feita pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Presidente Prudente e Região (Sintrapp). O líder do partido do prefeito na Câmara Municipal, vereador Wellington Bozo, assumiu o compromisso de agendar uma reunião com o Chefe do Executivo a fim de resolver a questão e garantir às servidoras e servidores o recebimento dos valores pertencentes aos trabalhadores.

Uma vez enviado Projeto de Lei (PL) pelo Executivo resolvendo a situação, os treze vereadores se comprometeram a colocar em votação imediatamente e se posicionarem favoráveis às trabalhadoras e trabalhadores da prefeitura.

Título: Servidores de Presidente Prudente se manifestam na Câmara contra corte do Abono Aniversário, Conteúdo: Indignados com a situação e com o objetivo de pressionar o prefeito de Presidente Prudente (SP) a encontrar uma solução para o iminente corte no pagamento do Abono Aniversário, servidoras e servidores públicos do município protocolaram na noite desta terça-feira (27), durante a sessão da Câmara Municipal, ofício solicitando a suspensão dos trabalhos da Casa para que os vereadores pudessem conversar com a categoria a respeito da Ação Direta de Inconstitucionalidade. A Adin questiona a constitucionalidade da Lei Municipal que assegura o direito a abono de 75% do piso salarial da prefeitura (R$ 950,00) no mês de aniversário e o dia de folga. Segurando cartazes para expressar descontentamento, frases como “Não vamos aceitar a retirada de nossos direitos de braços cruzados!” e “Não vamos aceitar mais retrocessos!” estavam a todo momento visíveis aos vereadores. O que ficou decidido? Durante a reunião, o presidente da Casa Legislativa acatou a solicitação de recorrer da ação feita pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Presidente Prudente e Região (Sintrapp). O líder do partido do prefeito na Câmara Municipal, vereador Wellington Bozo, assumiu o compromisso de agendar uma reunião com o Chefe do Executivo a fim de resolver a questão e garantir às servidoras e servidores o recebimento dos valores pertencentes aos trabalhadores. Uma vez enviado Projeto de Lei (PL) pelo Executivo resolvendo a situação, os treze vereadores se comprometeram a colocar em votação imediatamente e se posicionarem favoráveis às trabalhadoras e trabalhadores da prefeitura.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.