Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores municipais de Maceió criam fórum para combater desvalorização da categoria

Fórum revela união entre sindicatos e trabalhadores da prefeitura da Capital de Alagoas.

Escrito por: Sindspref • Publicado em: 30/04/2019 - 17:20 • Última modificação: 30/04/2019 - 17:30 Escrito por: Sindspref Publicado em: 30/04/2019 - 17:20 Última modificação: 30/04/2019 - 17:30

. .

Com o intuito de unir forças e conquistar melhores resultados contra as incansáveis tentativas de desvalorização do serviço público e da retirada de direitos trabalhistas  da categoria em Maceió, os presidentes dos sindicatos integrantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Município de Maceió deliberaram a fundação do Fórum dos Servidores Públicos Municipais de Maceió (FSPMM) na segunda-feira (29), durante uma reunião na sede da Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT-AL).

Para exigir a execução da legislação vigente e garantir que ela não modifique de forma que desfavoreça o trabalhador e a sociedade, o FSPMM conta com o reforço de importantes órgãos, como o Ministério Público Estadual (MPE-AL), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e de setores da Sociedade Civil Organizada. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maceió e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref), Sidney Lopes, a iniciativa é um passo para garantir força nas tomadas de decisões sobre a categoria.

“A criação deste Fórum nasceu da necessidade de se ter maior força nas tomadas de decisões que desmerecem a categoria, o trabalhador e a sociedade. Estamos diante de um cenário de ameaças ao funcionalismo público, tanto na esfera federal e estadual, quanto na municipal, por isso é fundamental que todos os servidores públicos estejam unidos e de acordo com as decisões que afetam a sua vida”, expõe Sidney Lopes, secretário de Meio Ambiente da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT). 

Foi marcado para a quinta-feira (9/5) uma Assembleia Geral Unificada com a finalidade de debater e votar as propostas da Prefeitura Municipal de Maceió sobre o Plano de Contenção de Despesas, que serão discutidas durante reunião na segunda-feira (6/5) entre os representantes dos servidores públicos e o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB).

Título: Servidores municipais de Maceió criam fórum para combater desvalorização da categoria, Conteúdo: Com o intuito de unir forças e conquistar melhores resultados contra as incansáveis tentativas de desvalorização do serviço público e da retirada de direitos trabalhistas  da categoria em Maceió, os presidentes dos sindicatos integrantes do Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Município de Maceió deliberaram a fundação do Fórum dos Servidores Públicos Municipais de Maceió (FSPMM) na segunda-feira (29), durante uma reunião na sede da Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT-AL). Para exigir a execução da legislação vigente e garantir que ela não modifique de forma que desfavoreça o trabalhador e a sociedade, o FSPMM conta com o reforço de importantes órgãos, como o Ministério Público Estadual (MPE-AL), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e de setores da Sociedade Civil Organizada. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maceió e Região Metropolitana do Estado de Alagoas (Sindspref), Sidney Lopes, a iniciativa é um passo para garantir força nas tomadas de decisões sobre a categoria. “A criação deste Fórum nasceu da necessidade de se ter maior força nas tomadas de decisões que desmerecem a categoria, o trabalhador e a sociedade. Estamos diante de um cenário de ameaças ao funcionalismo público, tanto na esfera federal e estadual, quanto na municipal, por isso é fundamental que todos os servidores públicos estejam unidos e de acordo com as decisões que afetam a sua vida”, expõe Sidney Lopes, secretário de Meio Ambiente da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT).  Foi marcado para a quinta-feira (9/5) uma Assembleia Geral Unificada com a finalidade de debater e votar as propostas da Prefeitura Municipal de Maceió sobre o Plano de Contenção de Despesas, que serão discutidas durante reunião na segunda-feira (6/5) entre os representantes dos servidores públicos e o prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB).



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.