Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores voltam a pressionar deputados em todo o país contra a Reforma Administrativa

Trabalhadores das três esferas de governo permanecem na Capital Federal até quinta-feira (23) para pressionar parlamentares a votarem contra a PEC 32 na comissão especial da Câmara

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 20/09/2021 - 19:04 • Última modificação: 20/09/2021 - 19:37 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 20/09/2021 - 19:04 Última modificação: 20/09/2021 - 19:37

. .

Servidores públicos municipais de todo Brasil atenderam à convocação e voltarão à Brasília para engrossar as caravanas dos trabalhadores das três esferas da administração pública, que decidiram unir forças nacionalmente para derrotar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 32.

Também chamada de Reforma Administrativa, a matéria volta à pauta nesta terça-feira (21), depois de a votação na comissão especial da Câmara ter sido adiada por falta dos votos necessários à aprovação, consequência direta da forte pressão exercida pelos servidores públicos, que por três dias ocuparam a Capital Federal e o prédio da Câmara para pressionar os deputados contra a PEC 32.

Caravanas dos estados

Até o fechamento da matéria, servidores municipais do Ceará, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo haviam confirmado presença nos próximos três dias de pressão cerrada nos deputados. Seja no aeroporto, no Congresso ou nas ruas, nenhum deles deve escapar do corpo a corpo dos sindicalistas, que novamente avisarão: se votar, não volta!

As caravanas de servidores das prefeituras serão fortalecidas por uma comitiva de diretoras e diretores da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), integrada pelo secretário-geral João Gabriel Buonavita, e os secretários de Comunicação e Imprensa, Célio Vieira, de Políticas Públicas e Sociais, Irene Rodrigues, de LGBTQI+, Sueli Adriano, e de Assuntos Jurídicos, Silvana Piroli.

Mobilização nos municípios

Aos que não puderem ir à Brasília, a orientação da Confetam/CUT é que federações estaduais e sindicatos da categoria pressionem deputados e senadores a votarem contra a PEC 32 por meio das redes sociais e atos públicos nos estados e municípios.

Os atos devem ocorrer preferencialmente nas residências, escritórios e colégios eleitorais dos parlamentares, Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas, Prefeituras e locais de grande circulação de pessoas para denunciar à população os malefícios previstos na Reforma Administrativa do desgoverno Bolsonaro, que desmonta direitos sociais gratuitos, garantidos por meio dos serviços públicos, para privatizar o setor.  

Confira a agenda dos servidores em Brasília nesta terça (21)

7h – Recepção no Aeroporto Internacional para pressionar deputados

11h – Ida ao Anexo II da Câmara para corpo a corpo com parlamentares

14h – Ato público na Câmara dos Deputados

Atividades na quarta (22) e quinta (23) serão informadas conforme tramitação da PEC 32 nos dois dias.

Título: Servidores voltam a pressionar deputados em todo o país contra a Reforma Administrativa, Conteúdo: Servidores públicos municipais de todo Brasil atenderam à convocação e voltarão à Brasília para engrossar as caravanas dos trabalhadores das três esferas da administração pública, que decidiram unir forças nacionalmente para derrotar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 32. Também chamada de Reforma Administrativa, a matéria volta à pauta nesta terça-feira (21), depois de a votação na comissão especial da Câmara ter sido adiada por falta dos votos necessários à aprovação, consequência direta da forte pressão exercida pelos servidores públicos, que por três dias ocuparam a Capital Federal e o prédio da Câmara para pressionar os deputados contra a PEC 32. Caravanas dos estados Até o fechamento da matéria, servidores municipais do Ceará, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo haviam confirmado presença nos próximos três dias de pressão cerrada nos deputados. Seja no aeroporto, no Congresso ou nas ruas, nenhum deles deve escapar do corpo a corpo dos sindicalistas, que novamente avisarão: se votar, não volta! As caravanas de servidores das prefeituras serão fortalecidas por uma comitiva de diretoras e diretores da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), integrada pelo secretário-geral João Gabriel Buonavita, e os secretários de Comunicação e Imprensa, Célio Vieira, de Políticas Públicas e Sociais, Irene Rodrigues, de LGBTQI+, Sueli Adriano, e de Assuntos Jurídicos, Silvana Piroli. Mobilização nos municípios Aos que não puderem ir à Brasília, a orientação da Confetam/CUT é que federações estaduais e sindicatos da categoria pressionem deputados e senadores a votarem contra a PEC 32 por meio das redes sociais e atos públicos nos estados e municípios. Os atos devem ocorrer preferencialmente nas residências, escritórios e colégios eleitorais dos parlamentares, Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas, Prefeituras e locais de grande circulação de pessoas para denunciar à população os malefícios previstos na Reforma Administrativa do desgoverno Bolsonaro, que desmonta direitos sociais gratuitos, garantidos por meio dos serviços públicos, para privatizar o setor.   Confira a agenda dos servidores em Brasília nesta terça (21) 7h – Recepção no Aeroporto Internacional para pressionar deputados 11h – Ida ao Anexo II da Câmara para corpo a corpo com parlamentares 14h – Ato público na Câmara dos Deputados Atividades na quarta (22) e quinta (23) serão informadas conforme tramitação da PEC 32 nos dois dias.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.