Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Confetam promove seminário sobre o Novo Arcabouço Fiscal

O encontro contou com cerca de 100 participantes de 19 estados, em formato on-line.

Escrito por: Thiago Marinho • Publicado em: 30/05/2023 - 09:30 Escrito por: Thiago Marinho Publicado em: 30/05/2023 - 09:30

Confetam

Na noite desta segunda (29/05), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) promoveu, em formato virtual via Zoom, o seminário “O que os servidores públicos precisam saber sobre o novo arcabouço fiscal?”. 

O encontro contou com cerca de 100 participantes de 19 estados, em formato on-line, e teve como palestrantes Neuriberg Dias, diretor do DIAP e Dão Real Pereira dos Santos, auditor fiscal e presidente do Instituto Justiça Fiscal. 

Segundo a presidenta da Confetam/CUT, Jucélia Vargas, o Arcabouço tem diversas nuances que precisam de vetos. “Precisamos retirar o Fundeb do arcabouço. É uma luta de todos e todas nós municipais. Os servidores e servidoras elegeram esse novo governo e merece sim respeito”, ressaltou a dirigente.

Para Neuriberg, a campanha para a garantia dos direitos dos servidores municipais segue para o Senado. “Os servidores municipais precisam estudar o arcabouço e cobrar do Senado que pautas que os impactem sejam vetadas. A retirada do Fundeb do arcabouço é urgente”, declarou. 

Conforme Dão, a questão é mais ampla. “A preocupação com a questão fiscal não pode estrangular a possibilidade de novos investimentos em desenvolvimento, saúde e educação e, inclusive, colocando em risco a política de valorização do salário mínimo. É fundamental a remontagem do Estado com a valorização do serviço público e contratação de novos servidores, por concursos, para recuperar a qualidade dos serviços prestados”, finalizou.

Título: Confetam promove seminário sobre o Novo Arcabouço Fiscal, Conteúdo: Na noite desta segunda (29/05), a Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT) promoveu, em formato virtual via Zoom, o seminário “O que os servidores públicos precisam saber sobre o novo arcabouço fiscal?”.  O encontro contou com cerca de 100 participantes de 19 estados, em formato on-line, e teve como palestrantes Neuriberg Dias, diretor do DIAP e Dão Real Pereira dos Santos, auditor fiscal e presidente do Instituto Justiça Fiscal.  Segundo a presidenta da Confetam/CUT, Jucélia Vargas, o Arcabouço tem diversas nuances que precisam de vetos. “Precisamos retirar o Fundeb do arcabouço. É uma luta de todos e todas nós municipais. Os servidores e servidoras elegeram esse novo governo e merece sim respeito”, ressaltou a dirigente. Para Neuriberg, a campanha para a garantia dos direitos dos servidores municipais segue para o Senado. “Os servidores municipais precisam estudar o arcabouço e cobrar do Senado que pautas que os impactem sejam vetadas. A retirada do Fundeb do arcabouço é urgente”, declarou.  Conforme Dão, a questão é mais ampla. “A preocupação com a questão fiscal não pode estrangular a possibilidade de novos investimentos em desenvolvimento, saúde e educação e, inclusive, colocando em risco a política de valorização do salário mínimo. É fundamental a remontagem do Estado com a valorização do serviço público e contratação de novos servidores, por concursos, para recuperar a qualidade dos serviços prestados”, finalizou.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.